Texto e fotos : Juracy Vilas-Bôas

Devido a grande quantidade de “points” conhecidos na ilha, Bonaire possui mergulhos para todos os níveis de experiência. Portanto, não se preocupe se você for iniciante, há inúmeros locais de fácil acesso e condições tão favoráveis como uma piscina. Aos que acham que os mergulhos mais difíceis são os mais belos, Bonaire nasceu para desmenti-los. “ANDREA I”, “SALT PIER” e o naufrágio do “HILMA HOOKER”, três dos melhores mergulhos de toda a ilha, são relacionados nos guias na categoria mais fácil.

Quase não chove nessa ilha extremamente árida, mas isso não pode ser considerado um defeito. Exatamente por isso, as temperaturas médias variam de apenas 2o do verão para o inverno, fazendo com que não haja época ruim para visitar Bonaire. É também pela falta de rios desaguando no mar que a visibilidade de suas águas é sempre tão boa o ano inteiro.


 

Há essa altura você deve estar pensando que viajar para Bonaire é exclusividade de mergulhadores. Caso tenha pensado, você está completamente enganado. É bem verdade que o mergulho é a principal atividade da ilha, mas essa pode ser a grande oportunidade de você iniciar suas aventuras submarinas, já que Bonaire tem condições perfeitas para o aprendizado de mergulho.


Por outro lado, Bonaire é a melhor ilha das Antilhas Holandesas para a prática de wind-surf. Os ventos sopram forte o ano inteiro, quase sempre na mesma direção. Assim, um lado da ilha é excelente para mergulhos (o lado abrigado dos ventos) enquanto o outro é perfeito para Wind. Empresas como “Jibe City”, “The Place” e “Windsurfing Bonaire” chegam a ter mais de 500 pranchas para alugar.

 

Águas quentes e rasas, areias brancas e uma brisa constante de 15 a 20 nós, faz de “LAC BAY” o melhor e o mais popular local para prática do wind, independente do nível de experiência. É uma belíssima baía onde não é difícil ver campeões mundiais de férias. São também nessas águas que os pequenos nativos praticam wind nas horas vagas. Com isso os meninos de Bonaire dominam a maioria das competições internacionais que participam.

 

 

Outra atividade popular na ilha são os passeios de caiaque. Você pode escolher entre caiaques fechados ou abertos e partir para as suas aventuras. É possível remar tanto no lado abrigado da ilha como na baia de “Lac Bay”. É muito comum ver pessoas em caiaques abertos com equipamentos de mergulho livre ou até mesmo autônomo. Assim, você pode curtir tanto as belezas dos mangues e seus pássaros, como fazer “snorkeling” em suas águas abrigadas. É aconselhável que os passeios de caiaque sejam feitos pela manhã ou início da tarde onde os ventos são mais fracos que ao entardecer. Os mais preparados podem remar até a desabitada ilha de Klein Bonaire para um piquenique ou snorkeling em um dos poucos lugares do mundo onde se pode ver mais de 100 espécies de peixes a menos de 5m de profundidade.


Bonaire está em um local onde a probabilidade de tempestade é quase zero. Dessa forma, é muito procurada por velejadores. Lançar âncoras no mar não é permitido para que os recifes não sejam danificados. Existem cerca de 40 bóias que são alugadas por uma pequena taxa. Com isso, os danos aos corais são praticamente eliminados. Há também uma marina onde se pode atracar.