A Mergulhe entrevista mais um fotógrafo profissional sub: Paulo Tesserolli, 35 anos, vinte anos como mergulhador e cinco como fotógrafo sub.


Paulinho Tesserolli é instrutor PDIC, NAUI, PADI e CMAS com 17 anos de experiência, que se auto-denomina como "personal dive".

Todas as suas fotos dessa reportagem foram tiradas usando como equipamento uma Motomariner II EX com flash YS 40 em TTL, Lentes 35mm, 20mm e o próprio close up da câmera sea&sea.

          

- Você se considera fanático pelo mar?

Com certeza !

- A fotografia é sua atividade principal? 

Não, minha atividade principal é Instrutor de Mergulho

      

- O que você mais gosta de fotografar (sub)?

Corais em primeiro plano e mergulhadores no segundo.

Qual o equipamento de sua preferência?

Sea & Sea por causa da praticidade na troca de lentes.

 

- Há grandes diferenças entre fazer fotos artísticas e fotos técnicas (como por exemplo inspeção de uma avaria)?

Fotos artísticas são mais coloridas e divertidas. As técnicas são sem graça.

 


- Qual foi sua melhor e sua pior foto?

A melhor foi Bonaire, estava inspirado. A pior foi em Angra, tinha uma bolha de ar na lente.

- Como fotografar em águas turvas?

Nada interessante. Mas fotos close up são as mais indicadas.

    

- O que veio primeiro? A paixão pelo mergulho ou pela fotografia?

A paixão pelo mergulho.

 

- O que é mais fácil de fotografar (sub): seres humanos ou animais?

Seres humanos, pois animais não fazem pose.

       

- Existe um fator principal que influencie nas fotos-sub?

A iluminação é o principal diferencial numa foto sub.

- Existe alguma foto-sub que ainda não realizou?

Tem vontade de fotografar baleias.


Tel/Fax: (21) 3322-1010/9973-7759
E-mail: pauldive@hotmail.com
Home-page: http://www.paulinhodive.com.br